Paróquia Nossa Senhora da Conceição - Porto Alegre, RS

Av. Independência, 230 - Centro - 90035-070 - Porto Alegre - RS

(51) 3224-0622

igrejaconceicao@igrejaconceicao.org.br

Notícias › 16/11/2020

JMJ 2023: levar esperança no Advento em missão solidária

hot-3575167-640

Ainda soam nos nossos ouvidos os acordes musicais do grande encontro do Panamá de 2019. Mas, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que terá lugar em Portugal, na cidade de Lisboa, em 2023, já está em bom ritmo de trabalho.

O Comité de Organização Local acelerou a velocidade de trabalho e para este Advento, na preparação para o Natal, desafia os jovens para dois dias de missão solidária nas dioceses de Portugal.

Missão solidária de esperança e alegria

Para os próximos dias 28 e 29 de novembro está lançado um grande movimento nacional que pretende levar esperança e alegria” a todo o País”. “Desafiamos cada jovem a fazer missão onde quer que esteja” – pode-se ler numa nota publicada no site da JMJ 2023.

“Telefona a alguém que está sozinho, marca uma conversa digital com um familiar mais distante, ajuda uma família em dificuldades, colabora com uma instituição de solidariedade local, realiza uma tarefa na tua paróquia” – eis algumas das possibilidades de atividades que os jovens em Portugal são convidados a realizar neste Advento em tempo de pandemia.

A Organização da JMJ 2023 recorda aos jovens a necessidade de serem cumpridas “todas as medidas de segurança e distanciamento social”. “É fundamental que a missão seja realizada individualmente ou em grupos muito pequenos, seguindo sempre as normas da Direção Geral de Saúde (DGS)” – lembram os organizadores.

Os jovens são desafiados a gerarem um “grande movimento de esperança” e a partilharem uma fotografia da missão que fizerem, indicando o nome, a localidade e uma breve descrição do que foi realizado. As fotos podem ser enviadas através das redes sociais facebook e instagram, do whatsapp para o número 912 593 144 ou para o e-mail comunicacao@lisboa2023.org.

Um logo com Cruz, Caminho, Terço e Maria

A JMJ 2023 já está a percorrer os caminhos dos jovens em Portugal. Ainda recentemente foi apresentado o logo e para breve será conhecido o hino.

O logotipo da JMJ 2023 foi escolhido após um concurso internacional promovido pelo Comité Organizador Local (COL), que contou com a participação de centenas de candidatos, provenientes de 30 países dos cinco continentes.

A vencedora foi a portuguesa Beatriz Roque Antunes, uma jovem designer de 24 anos que estudou Design em Londres e na Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Atualmente trabalha numa agência de comunicação, na capital portuguesa.

O logo tem como elementos centrais a Cruz, atravessada por um caminho onde surge o Espírito Santo, e a figura da Virgem maria, acompanhada pela referência à oração do Rosário. As cores escolhidas são o verde, o vermelho e o amarelo, numa evocação da bandeira nacional portuguesa.

A inspiração central foi recolhida no lema proposto pelo Papa Francisco para a JMJ 2023 relativa à visita da Virgem Maria à sua prima Isabel: “Maria levantou-se e partiu apressadamente” – facto que Beatriz Roque Antunes referiu em declarações aos jornalistas em outubro passado referindo também a sua opção por apresentar a Cruz como o elemento principal.

A triagem inicial dos trabalhos sobre o logotipo foi feita por uma equipa de académicos da Universidade Católica Portuguesa que selecionou 21 propostas que foram depois avaliadas por profissionais da área do marketing e da comunicação, que elegeram três finalistas. A decisão final coube ao Vaticano, através do Dicastério para os Leigos, Família e Vida.

Na JMJ 2023 fazer Evangelização

Na apresentação do logo transmitida através dos canais da JMJ 2023, no Youtube e no Facebook, esteve também presente o cardeal-patriarca de Lisboa D. Manuel Clemente que se referiu ao desejo do Papa Francisco de que a JMJ 2023 seja um espaço e um evento de Evangelização:

“A JMJ 2023 mostra ao mundo a vontade de cumprir aquilo que nos pediu o Papa Francisco. Em conversa que tive com ele aquando do anúncio da Jornada, e eu lhe perguntei o que é que esperava da JMJ em Portugal e em Lisboa e ele disse apenas uma palavras, mas disse devagarinho e soletrando: E-van-ge-li-za-ção! E este logotipo que foi agora apresentado fala mesmo disso: de uma jovem Maria que logo a seguir à Anunciação vai levar esse Jesus que tinha concebido à sua prima Isabel. E vai apressadamente. E o Papa até repetiu: apressadamente, mas não ansiosamente. Ou seja, vai com muita vontade de comunicar à sua parente, que no fundo nos representa a todos nós, aquele Jesus que ela transportava, essa jovem de Nazaré da Galileia, mas sem ansiedade porque já tinha aquilo que ia transportando, que é o próprio Cristo. E é isso que é Evangelização e é isso que se espera de Lisboa”.

As Jornadas Mundiais da Juventude nasceram por iniciativa de São João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude. As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

A JMJ já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019). Em 2023 será em Portugal na cidade de Lisboa.

Laudetur Iesus Christus

Via Vatican News

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

NewsletterFique por dentro das novidades

X