Paróquia Nossa Senhora da Conceição - Porto Alegre, RS

Av. Independência, 230 - Centro - 90035-070 - Porto Alegre - RS

(51) 3224-0622

igrejaconceicao@igrejaconceicao.org.br

Notícias › 20/03/2019

Presidência da CNBB envia nota de solidariedade à diocese de Mogi das Cruzes

Por ocasião da celebração do 7º dia do atentado à escola estadual Raul Brasil, em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, a presidência da CNBB enviou uma Nota de Solidariedade a dom Pedro Luiz Stringhini, bispo da diocese de Mogi das Cruzes, às famílias das vítimas e à comunidade escolar atingida pela tragédia. Leia, abaixo, a íntegra do documento.

Nota de solidariedade da CNBB à diocese de Mogi das Cruzes
Brasília-DF, 19 de março de 2019

Prezado Irmão, dom Pedro Luiz Stringhini,

No 7º dia do trágico fato ocorrido na escola estadual Raul Brasil, em Suzano, na região metropolitana de São Paulo que resultou na morte de cinco alunos, duas funcionárias, um comerciante e dos próprios autores do atentado, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), depois de refletir e rezar, envia um abraço fraterno de solidariedade ao senhor, às famílias das vítimas, à comunidade escolar atingida por essa violência e a todas as comunidades da Diocese de Mogi das Cruzes.

A Escola, no dizer do Papa Francisco, é o lugar da prática esperança e da não violência: “Com efeito, a educação é fazer nascer, é fazer crescer, coloca-se na dinâmica do dar a vida. E a vida que nasce é a fonte mais borbulhante de esperança: uma vida orientada para a busca da beleza, da bondade, da verdade e da comunhão com os outros em vista de um crescimento comum. Estou convicto de que os jovens de hoje têm sobretudo necessidade desta vida que constrói futuro” (Plenária da Congregação Católica, fev, 2017).

A violência praticada em qualquer parte e com qualquer filho ou filha de Deus é um pecado que clama aos céus, mas quando se dá no ambiente escolar, colhendo vidas de adolescentes inocentes, aterrorizando crianças e tornando protagonistas outros jovens marcados pelo desejo de matar forma-se um quadro que deve levar-nos a uma profunda reflexão sobre a cultura da morte que tanto se expande em nossos tempos. Uma cultura que se manifesta nos discursos de ódio, sobretudo nas redes sociais, no recurso fácil às armas e na banalização da vida humana.

Diante dessa cultura, nos adverte Papa Francisco: “Quem se deixa contagiar por esta atmosfera, entra facilmente na voragem de um terrível círculo vicioso: perdendo o sentido de Deus, tende-se a perder também o sentido do homem, da sua dignidade e da sua vida; por sua vez, a sistemática violação da lei moral, especialmente na grave matéria do respeito da vida humana e da sua dignidade, produz uma espécie de ofuscamento progressivo da capacidade de enxergar a presença vivificante e salvífica de Deus”.

A CNBB esteve e está unida ao senhor, às vítimas e a seus familiares, intercedendo em oração para que encontrem consolo e paz em suas almas, à comunidade da escola Raul Brasil e a todos os irmãos e irmãs da diocese de Mogi das Cruzes.

Em Cristo,

Cardeal Sergio da Rocha
Arcebispo de Brasília
Presidente da CNBB

Dom Murilo Krieger
Arcebispo de Salvador
Vice-presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo auxiliar de Brasília
Secretário-geral da CNBB

Via CNBB

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

NewsletterFique por dentro das novidades

X